La Torre articula criação de um polo da Univesp em Rio Claro

Com o propósito de oferecer à população rio-clarense através da Educação a Distância (EAD) a oportunidade para uma formação profissional gratuita e com qualidade, o vereador Adriano La Torre (PP) está dando início a um trabalho de articulação para que Rio Claro possa contar com um polo da Univesp – Universidade Virtual do Estado de São Paulo.

O primeiro passo para viabilizar a criação dessa unidade já foi dado. O vereador esteve reunido com o diretor administrativo da Univesp, Ricardo Bocalon, para solicitar a inclusão de Rio Claro no plano de expansão da Universidade Pública Gratuita, que hoje conta com mais de 78 mil inscritos no vestibular.

Na oportunidade, o diretor elogiou o empenho de La Torre ao acreditar no EAD como um importante recurso para a formação e profissionalização. Bocalon se prontificou a dar atenção especial para que Rio Claro seja contemplada pelo plano de expansão da Univesp, que prevê a criação de 60 novos polos para levar educação pública gratuita e de alta qualidade para todo o estado.

“Tanto pela qualidade quanto pela facilidade de participação, essa é uma oportunidade única. Tenho certeza que será mais uma ação vitoriosa que iremos desenvolver junto com o prefeito Juninho, visando firmar uma parceria com o Governo do Estado para formação de mão-de-obra qualificada, geração de emprego e renda na nossa cidade”, comenta La Torre.

Expansão

Criada em 2012 como a quarta universidade estadual paulista, a Univesp é uma instituição exclusivamente dedicada a Educação a Distancia (EAD). Mantida pelo Governo do Estado e vinculada a Secretaria de Desenvolvimento Econômico Ciência Tecnologia e Inovação, possui credenciamento como Universidade pelo Conselho Estadual de Educação e pelo MEC para o fornecimento de cursos a distância.

Inicialmente restrita a região metropolitana de São Paulo, a Univesp passa por um processo de ampliação de sua área de abrangência no estado a partir de um plano piloto de expansão, a partir da abertura de polos da universidade em várias cidades que neste anos permitirão disponibilizar mais 10 mil vagas para novos alunos.

“Nosso primeiro vestibular aconteceu em 2014 com oferta de 3.330 vagas para graduação em Engenharia de Computação e Engenharia de Produção, assim como licenciaturas em Matemática, Física, Química e Biologia. Em 2016, realizamos um novo processo seletivo com disponibilidade de 918 vagas para uma segunda turma de Engenharia de Computação e Engenharia de Produção” – relata Bocalon, ao observar que atualmente além desses seis cursos de graduação, a Univesp também oferece cursos de especialização para a formação docente no ensino mediado pelas tecnologias.